quinta-feira, 20 de abril de 2017

I SEMANA DE LEITURA DE APODI

"UM PAÍS SE FAZ COM HOMENS E LIVROS"

MONTEIRO LOBATO

Prefeito Alan Silveira, Vice-prefeita Hortência Regalado, escritora Vilmaci Viana, Secretária adjunta Flavia Silveira e secretário de Educação ElmoTorres.
  
                    Vilmaci Viana e escritora Dôdora Silva Maia
                               Projeto Entrelinhas e Pipas
                             Indía Tapuia Lúcia Tavares
                         Atriz Carla Borges em performance
                                  Marresa,Lorena e Poliana
             coordenadoras do projeto literário Entrelinhas e Pipas
                                        Contação de histórias
                  Recital poético com a índia Mônica Freitas









                     EQUIPE DA BIBLIOTECA MUNICIPAL VÁLTER DE BRITO GUERRA



Produtor Cultural José Francisco e Vilmaci Viana


                                                                              

                                                                            TOIÓ
                                    O PRIMEIRO MAMULENGUEIRO DE APODI



 Está contecendo de 17 a 21 de abril a I Semana Municipal de Leitura de Apodi, uma iniciativa da Prefeitura Municipal  comuma vasta  programação cultural na Praça Dom José Freire no centro da cidade.



Para o prefeito Alan Silveira, que  ao lado da vice-prefeita Hortência Regalado, secretário Elmo Torres, fizeram a abertura do evento, o maior presente que oferecemos ao ser humano é o conhecimento.



“Aproveitem bastante essas oportunidades. Vamos viver a nossa cidade em todos os seus aspectos. Vamos deixar a nossa praça viva, repleta de cultura, de histórias e de lembranças positivas. Parabéns Apodi, parabéns a todos que fazem da leitura o passaporte para um futuro cheio de esperança”, comentou Alan Silveira.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

CADERNO DO IMAGINÁRIO

Querida Vivi: com prazer, anuncio o lançamento de meu novo livro de poesias, o “CADERNO DO IMAGINÁRIO”, programado para o dia 3 de maio de 2017, e conto, para completa alegria, com sua honrosa presença. No cartão-convite abaixo (e no anexo) reproduzido, há detalhes do evento, tais como horário, local e endereço. Peço-lhe fazer a sua divulgação entre os seus inúmeros amigos(as) e também no seu prestigiado blog. Obrigado.
Abraço fraterno de HORÁCIO PAIVA.

sábado, 8 de abril de 2017

PAIXÃO DE CRISTO DO GÓIS

O GRUPO  DE TEATRO ARTÉRIA  APRESENTA  O ESPETÁCULO  PAIXÃO  DE CRISTO DO SÍTIO DO GÓIS.
DIAS: 13 E 14 DE ABRIL ÀS  20HS.
LOCAL: COMUNIDADE SÍTIO DO GÓIS
APODI- RIO GRANDE DO NORTE
BRASIL

segunda-feira, 3 de abril de 2017

LAJEDO DE SOLEDADE

Com apoio da Prefeitura de Apodi, museu do Lajedo recebe reforma e será reinaugurado em abril.

(Foto: Josenias Freitas / Assessoria FALS)
A Fundação Amigos do Lajedo de Soledade (FALS) anunciou que a reinauguração do museu e das áreas preservadas do Lajedo serão reinauguradas no dia 28 de abril. A data foi escolhida durante reunião extraordinária realizada na tarde deste sábado (25).

Segundo o presidente da FALS, Cláudio Sena, estão sendo realizados uma reforma no museu, melhorias no poço de abastecimento, aquisição de equipamentos e reforma das estruturas de visitação nas áreas preservadas.

O recurso, na ordem de R$ 73 mil, foi adquirido em parceria com a Prefeitura Municipal de Apodi.

“Estamos concluído os últimos detalhes, e no final de abril vamos celebrar esse momento junto as autoridades e comunidade”, destacou o presidente.

A previsão é tudo seja concluído até o final de abril. A reinauguração está marcada para às 19h do dia 28, sexta-feira.

Apesar da reforma, o museu e o Lajedo de Soledade continuam abertos à visitação todos os dias da semana, exceto nas segundas-feiras. As visitas e passeios podem ser marcados através do telefone (84) 3333-1017.

O Lajedo é considerado um dos mais importantes pontos turísticos do Rio Grande do Norte.
FONTE:https://prefeituramunicipaldeapodi.blogspot.com.br

MUSEU DO ÍNDIO LUIZA CANTOFA

Museu do Índio Luiza Cantofa - 1º Museu Indígena do RN

Primeiro Museu Indígena do Rio Grande do Norte

Sobre o Museu do  Índio Luiza Cantofa

O Museu do Índio Luíza Cantofa  é o  Primeiro Museu Indígena do Estado do Rio Grande do Norte. Fica localizado na Rua Antonio Lopes Filho, nº 105, na cidade de Apodi/RN, na mesorregião Oeste Potiguar.

O Museu tem dentre os seus principais objetivos, resgatar a  cultura indígena de Apodi, abrigando  em seu acervo  peças e artefatos feitos pelos Tapuias Paiacus, primeiros habitantes das terras apodienses.

Atualmente, funciona provisoriamente na casa da pesquisadora apodiense Lucia Maria Tavares, que é a Presidente do Centro Histórico-Cultural Tapuias Paiacus da Lagoa do Apodi(CHCTPLA), entidade mantenedora do Museu Luíza Cantofa.  


"Somos os primeiros habitantes do Brasil, somos os primeiros do Rio Grande do Norte, somos os primeiros de Apodi e somos os senhores natos do continente da America". Lucia Maria Tavares - Presidente do CHCTPLA

O Museu é uma homenagem a apodiense Luiza Cantofa, guerreira indígena que foi brutalmente assassinada na cidade de Portalegre/RN, no dia 03 de novembro de 1825. 

Visite a página do Museu no facebook clicando aqui

Sobre a índia Luiza Cantofa

Foi uma guerreira indígena natural de Apodi/RN, pertencente à tribo dos índios Tapuias Paiacus.

A notícia da existência de Cantofa na serra de Portalegre se espalhou e o povo foi à procura de Cantofa. Debaixo de um frondoso cajueiro, dormia ela a Neta Jandy quando foi despertada pelo povo. Abrindo um pequeno oratório, ajoelhou-se aos pés do Cristo Crucificado e começou a rezar o ofício de Nossa Senhora. Jandy, banhada em lágrimas, pedia perdão ao povo, perdão para sua querida avó. Um dos algozes vendo o pranto de Jandy e as rezas da velha cabocla diminuíam a satisfação do seu extinto sanguinário, aproximou-se dela e quando a velha rezava a coluna: “Deus vos salves relógio, que andando atrasado serviu de sinal…”. Cravou o punhal no peito da anciã que caiu fulminada e levada em sangue. Jandy caiu desmaiada aos pés da sua avó. No dia seguinte, Cantofa foi sepultada no mesmo lugar onde foi assassinada. Jandy não mais foi encontrada e não se sabe o seu destino. 

Segundo a tradição popular, o local da morte de Luíza Cantofa corresponde àquele local onde hoje existe a chamada Fonte da Bica distante cerca de 400 metros do centro da cidade de Portalegre. Afirma a tradição popular que, durante muitos anos, o lugar do falecimento da velha Luíza Cantofa ficou mal-assombrado. Algumas pessoas que dali se aproximavam, ouviam claramente uma voz a rezar o Ofício de Nossa Senhora. 

Luiza Cantofa é patrona de uma pequena rua, localizada no Bairro IPE, bairro que dá acesso à entrada da cidade. 

Sobre o Centro Historico-Cultural Tapuias Paiacus da Lagoa do Apodi(CHCTPLA)

Seus principais objetivos são: 

- Resgatar e preservar a Cultura étnica indígena da Nação Tarairiú, especificamente, dos Tapuias Paiacus, considerando-os estes, um coexistente marco histórico na formação e fundação do município de Apodi – RN.
- Promover e apoiar ações que contribuam para o resgate, divulgação e valorização da arte e da Cultura indígena.
- Estimular a parceria, o diálogo local e solidariedade entre os diferentes segmentos sociais, participando junto a outras entidades de atividades que visem interesses comuns.
- Contribuir para a ampliação, difusão e disseminação do conhecimento sobre a história, Cultura e Arte indígena.
-Apoiar, bem como promover ações sustentáveis que contribuam para a preservação ambiental, de modo especial, da Lagoa do Apodi, tendo em vista, a sua contribuição histórica para o surgimento da cidade, uma vez que suas margens serviram de espaço para a realização de atividades como: plantação, pescaria, dentre outras pelos referidos nativos.

Para acessar a página do CHCTPLA, clique aqui

Abaixo algumas fotos do Museu: 

Centro Histórico-Cultural Tapuias Paiacus da Lagoa do Apodi e Museu do Índio Luiza Cantofa, ambos funcionam provisoriamente no mesmo espaço. 

CHCTPLA e Museu Luíza Cantofa
Museu do Índio Luiza Cantofa

 Interior do Museu 

 Peças indígenas

Artefatos e peças líticas

Para visitar o Museu do Índio Luíza Cantofa, agende a sua visita com a pesquisadora Lúcia Maria Tavares, através do seguinte número: 84 - 9 9914-2282 





 Fotos: Francisco Veríssimo

fonte:tudodorn.blogspot.com.br/search?q=museu+do+indio+luiza+cantofa