quinta-feira, 16 de maio de 2013


Privado é Público de maio apresenta a exposição “CONVIVAS DE VICENTE VITORIANO”



Vernissage será nesta quinta-feira, 16, na Galeria Newton Navarro, e trabalhos ficam expostos até dia 31/05. Entrada gratuita.





Neste mês de maio, o projeto Privado é Público, da Secretaria Extraordinária da Cultura, apresenta a exposição “CONVIVAS DE VICENTE VITORIANO”, composta por trabalhos do próprio artista plástico e de outros nomes que formam seu acervo pessoal, configurando assim o conceito de convivência entre as obras. A mostra é formada por aquarelas, óleos, colagens, acrílicas e meios secos. A abertura será nesta quinta-feira, dia 16 de maio, na Galeria Newton Navarro/Fundação José Augusto, às 19h, e a visitação segue de 17 a 31, sempre das 8h às 17h. 

De acordo com o próprio Vicente Vitoriano, a exposição tem como propósito maior tornar conhecidas coleções privadas, em geral restritas aos ”convivas” de seus proprietários, além de permitir leituras históricas da produção artística do nosso estado.

“Entretanto, não compus a mostra segundo uma ordem cronológica. Como artista e também participante, preferi organizar a exibição por meios; no caso, aquarelas, óleos, acrílicas, colagens e meios secos. Desta forma, trabalhos meus são ‘misturados’ aos daqueles de quem tenho obras (menos obras a óleo)", enfatiza Vicente.

Vicente Vitoriano Marques Carvalho nasceu em Mossoró/RN, em 1º de junho de 1954. Em 1974, transferiu-se para Natal onde estudou Arquitetura e Urbanismo, na UFRN. Participou do Grupo Cobra, em 1977; entre outros, ganhou o primeiro prêmio do Concurso de Pintura Newton Navarro, promovido pela Fundação José Augusto. Doutor em Educação — tendo defendido tese, em 2003, sobre Newton Navarro e a Escolinha de Arte Cândido Portinari — o artista passou a dividir, a partir de 1980seu tempo entre a produção e o ensino artísticos no Departamento de Artes da UFRN. Atividades essas entremeadas por participações no Subgrupo de Teatro Mágico e no Grupo Nuvem Verde de Teatro Aberto. Com este último, Vicente Vitoriano criou o Gato Ludico, grupo musical performático. Como poeta, o artista tem dois livros publicados: “Os Vértices do Triângulo” (1985) e “A Falsa Simetria” (2002).

SERVIÇO:
Projeto Privado é Público apresenta a exposição “Convivas de Vicente Vitoriano”.
Abertura: quinta-feira, dia 16, 19h. Visitação: de 17 a 31, das 8h às 17h.
Local: Galeria Newton Navarro – Fundação José Augusto (rua Jundiaí, 641, Tirol)
Informações: Vicente Vitoriano: (84) 9406 4468 / Isaac Ribeiro – Assessoria de Imprensa Secultrn/FJA: (84) 8137-2047 / 3232-5321

LISTA DE OBRAS:
— Aquarelas
Assis Marinho – Menino com jangada, 1979.
Dagmar Medeiros – Jardim, 2001.
Franklin Jorge – Pássaros, sd.
Hanna Lauria – Baianas, 2010.
Ivani Ranieri – Beija-flor, sd.
Jussier Magalhães – Natureza morta, 1973
Mister Duchamp I e II, 2008.

— Colagens
Socorro Evangelista – Colagem, papel, folhas e aquarela, sd.
Erasmo Andrade – São Tomé, papel e aquarela, 2001.
J. Medeiros – Colagem, papel, sd.
Vicente Vitoriano – E rimos I e II, guache e papel, 1977.
Vicente Vitoriano – Artisticidade I, II e III, aquarela, guache e papel de seda, 2009.

— Óleos
Aucides Sales – Personagem da praia com barco, sd.
Cristina Jacome – Nu, 1995,
Erinaldo Alves – Lavadeiras, 1987.
Ermínio Souza – Superposição de cores, 2005.
Francisco Iran – Ingazeiro, sd,
João Antônio – Interioridade, 1995.
Marcelus Bob – A secretária, 1984.
Thomé Filgueira – Engenho, sd.

— Acrílicas
Pedro Alves – Lavando roupas, 2001.
Fernando Gurgel – Homem, 2007.
Vicente Vitoriano – Rendados vermelhos II e II, 2004.

— Meios secos
Célia Albuquerque – Folhagem, lápis de cor,1998.
João Natal – Jogando pião, pastel óleo, 1996.
Boulier Sidou – Estudo sobre Renoir, lápis de cor, sd.
Flávio Freitas – Jazz, pastel óleo, 2007.
Vicente Vitoriano – Paisagem noturna I e II, pastel seco, 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Teremos o maior prazer em receber seu comentário.