quinta-feira, 26 de novembro de 2015

O DNOCS E O VALE DO APODI.











Eis que surge um Projeto Integrante ao  Perímetro Irrigado: Santa Cruz - Chapada do Apodi.
  Quarta(24) de novembro, no Sitio Paulista, no Vale do Apodi, foi feita a apresentação dos trabalhos da equipe técnica que está coordenando os estudos preliminar do Projeto de Integração das Águas do Rio Apodi/Umari. O primeiro trabalho técnico foi o levantamento topográfico do trecho a ser perenizado de quase 45 km de canal e seus afluentes, onde levará as águas dessa bacia a aproximadamente 60% da parte do Vale do Apodi que está seca e envolve diretamente os município de Apodi, Caraúbas e Felipe Guerra. Isso culminará na interligação permanente com o abastecimento de reservatórios importantes para as atividades da agricultura familiar e a sustentabilidade ambiental na região, a ser  desenvolvidas pelas colônias de pescadores da região(Z-48, Z-49, Z-63) e das associações de agricultores e produtores rurais do Vale do Apodi. O Departamento Nacional de Obras Contra a Seca-DNOCS, através do escritório de Pau dos Ferros, na intermediação do  Chefe  da  Unidade, Engº Fausto Magalhães   e  do  Coordenador  geral do órgão no Rio Grande do Norte, Dr. José Eduardo Alves Wanderley,  entenderam a importância e a viabilidade do projeto de integração para a grande  região do Vale do Apodi, por se tratar de uma obra que levará águas  por curso natural e recuperação natural e ecológica de uma região que sofre a mais de 30 anos os efeitos  dos graves períodos de estiagem, como o atual quadro da ausência total das chuvas  na região.     
Ficha técnica do APUMARI:
1.       45 km de topografia feitos de canal e afluentes a serem perenizados.
2.       2 km de canal(obra) a ser construído.
3.       Corpos d'águas principais a serem beneficiados: o Açude do Apanha Peixe(CA), Lagoa do Carrilho(Ap), os açudes do Pacó e do Miradouro em Felipe Guerra.
4.       Volume hídrico concentrado nos reservatórios:  35 milhões m³ distribuídos.
5.       Alcance  Social 15.000 hab. no seu entorno.
6.       Irrigação natural de mais de 200 propriedades rurais da agricultura familiar.
7.       8 mil hectares de Vale Fértil, aproximadamente.
8.       Fortalecimento das atividades econômicas voltadas à Piscicultura, Carcinicultura, Aqüicultura, Rizicultura, Fruticultura irrigada.
9.       Valor estimado do investimento Total: R$ 4.000.000,00.

 A Coordenação do Núcleo Técnico APUMARI,   está por conta dos Técnicos e  Engenheiros do Escritório: AGROVALE, Consultoria & Projetos e a FUNDEVAP – Fundação Para o Desenvolvimento do Vale do Apodi, que  se encaminhado uma agenda à Comissão Representativa do Projeto,  para a criação de três audiências públicas nas câmaras municipais de Apodi, Felipe Guerra e Caraúbas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Teremos o maior prazer em receber seu comentário.